bebes-nos-parques

Na época da nossa viagem, pesquisei sobre as facilidades nos parques para mães com crianças, mas não encontrei muita coisa… por isso resolvi escrever esse post!

CARRINHO

Impossível ir para os parques sem um carrinho. Mesmo para as crianças que já andam e que aqui no Brasil não utilizam mais, as distâncias são enormes e inevitavelmente elas ficarão cansadas e  você também! Desta forma não será muito legal ter que carregar o bebê no colo.

carrinhos-nos-parques-da-disney

Os parques da Disney alugam carrinhos, mas achei o modelo horroroso e parece ser bem desconfortável (parece uma carrocinha) e não é barato!!! A dica para quem não quer gastar é ir no Walmart ou Target e comprar os modelos estilo guarda-chuva. Alguns custam U$20 dólares.

Não são lá muito confortáveis e tenho minhas dúvidas se duram muito tempo,  mas se usar na viagem e largar lá, já terá valido a pena!!! E acho que o pior modelo é mais confortável que o alugado nos parques!!

Nos brinquedos não pode entrar de carrinho, mas existem áreas de estacionamento de carrinhos que são super organizadas. Não se assuste se você deixar seu carrinho e não encontra-lo. Provavelmente estacionou no lugar inapropriado e um funcionário da Disney o levou para o lugar correto, normalmente bem próximo ao local que você deixou.

carrinhos-nos-parques-da-disney-1

Como os carrinhos são todos muito parecidos e normalmente comprados no mesmo lugar, a dica que vi e amei (apesar de ter visto apenas um carrinho igual ao nosso) é fazer plaquinha de identificação. Desta forma você localizara o seu carrinho e não corre o risco de alguém leva-lo por engano!! Fiz a plaquinha antes da viagem, plastifiquei e amarrei no carrinho. De longe a Laura via e já o identificava!!

Muitos dos carrinhos estacionados estavam inclusive com bolsas, câmeras, entre outros. Sei lá, pelo sim ou pelo não eu só deixei o carrinho e eventualmente a bolsa sem nada de valor. Ahhh… vale a dica de levar uma capa de chuva para o carrinho ou comprar uma capa de chuva de adulto mesmo e colocar nele. Nosso primeiro dia de parque foi chuvoso e apesar de ter tomado cuidado, o carrinho acabou molhando e tivemos que comprar no parque uma toalha para a Laura sentar fora do molhado.

BABY CARE CENTER

Depois do relato de uma amiga que passou apuros com a papinha gelada, descobri que os parques possuem sim uma área para apoio às mamães de bebês. Porém é um único Baby Care Center para um parque inteiro! Desta forma, assim que chegava no parque era a primeira coisa que procurava no mapa e já programava nosso caminho/roteiro de acordo com o horário que precisaria estar nele para almoço da Laura.

baby-center-disney

Em todos os banheiros de todos os parques que vi, encontrei trocador. Mas área com microondas, apenas no Baby Care Center.

A maioria deles eram equipados com microondas, pia, cadeirões para alimentação, poltronas de amamentação, TV e alguns brinquedos para distração das crianças, berços e uma “Farmacinha” para compra de itens que tiver esquecido, como fraldas, lencinhos, protetor solar, entre outros.

Nos mapas dos parques Disney o Baby Care Center é identificado com o símbolo de uma “chupeta”.

Para facilitar segue a localização de cada parque Disney:

Magic Kingdom – Entrando no parque ele está do lado esquerdo no final da Main Street ao lado do The Cristal Palace.

Disney’s Animal Kingdom – Ele fica próximo à área da África, entrando no parque após a Tree of Life, mantenha a esquerda e ele estará do lado esquerdo antes de cruzar a ponte que leva para a área da África.

Disney’s Hollywood Studios – Esse fica escondidinho, dentro do Guest Relations. Não precisa ficar na fila para entrar no centro de apoio. Uma porta do lado esquerdo, lá dentro do centro. É bem pequenininho mas funcional!! Demoramos um tempo tentando localiza-lo!

Epcot – Fomos nesse parque apenas para jantar com as princesas.. e não utilizamos o Baby Care Center!! Mas ele fica do lado esquerdo, pouco antes de chegar no lago onde acontece o Illuminations!!! Junto ao Odyssey Center

Legoland – O Baby Care Center deles fica dentro do Toddler Play Room – um galpão repleto de brinquedos para crianças pequenas na área Duplo Valley. Foi ótimo… estava muito quente e aproveitamos a pausa do almoço para a Laura brincar no ar condicionado fora do sol… e ela brincou muitooooooo lá…

SeaWorld – Pensa numa pessoa que ficou brava!!! Sem motivo… só porque estava grávida de 6 meses… com uma bebê de 2 anos com fome e precisou cruzar um parque inteiro DUAS vezes.. embaixo de um sol escaldante… por causa de um erro no mapa!!! Afffff…. como nos demais parques: entramos, pegamos o mapa e fizemos nosso roteiro…

seaworld-baby-careO mapa identifica o centro de apoio com uma mamadeira… e o chamam de Nursing Facility… E no mapa… existem dois!!! Fomos direto para o show da Shamu e depois para a região do Dolphin Theater onde existia um… iriamos dar o almoço da Laura e depois assistir o show dos golfinhos… Porém… não localizamos de forma alguma o lugar!!

Pedimos ajuda a um funcionário do parque que ficou surpreso com a informação. Disse que estávamos no local exato indicado no mapa mas que ele só conhecia o Baby Care Center atrás do Shamu Stadium, do outro lado do parque, onde já tínhamos ido e não voltaríamos mais!

Tentamos ajuda nos restaurantes próximos para esquentar a comida da Laura mas sem sucesso. Não teve jeito, precisamos voltar à área da Shamu!!! Chegamos lá um caos. Lugar cheio, tumultuado, odiei!!! E odiei duas vezes porque estava cansada e brava. Enfim, fica a dica: Baby Care Center no SeaWorld só próximo ao Shamu Stadium. Não levem o mapa em consideração!!!

ALIMENTAÇÃO

Existe comida saudável nos parques? Sim, existe! Tem algumas barraquinhas que vendem frutas, scnacks de cenourinha, água, suco, entre outros. Mas não é para um almoço e sim um lanche.

A nossa principal dificuldade na viagem foi alimentação, principalmente da Laura. Eu DETESTO pimenta e praticamente TUDO leva pimenta do reino.

Nosso primeiro dia de parque foi um tormento. Nenhum restaurante que tentamos tinha disponibilidade. Existe SIM boas opções de refeições nos parques  mas normalmente em restaurantes com necessidade de reserva. Os demais são fast-foods. Por fim, descobrimos o famoso “mac and cheese” (macarrão com queijo). A Laura ama macarrão e foi nossa salvação. Mas já pensou uma criança comendo isso todos os dias… por 15 dias???

quarto-de-hotel

A Laura não come papinha. Nunca gostou. Até tentei pratos prontos para bebês com comida e não papinha, mas ela não gostou (o tempero é muito diferente do nosso)

E aí, surtei! Fomos num Walmart e comprei uma panela de arroz  para usar como panela elétrica. Já tinha feito esse teste em casa, pois pensava que pudesse ter problemas. Legumes, arroz e improvisava a comidinha dela no quarto. Aproveitava para fazer lanches para nós e era o que levava para os parques.

Durante a noite íamos em restaurantes e foi nossa salvação. Intercalávamos comidinha da mamãe com mac and cheese. O nosso quarto tinha microondas, mas não sei cozinhar em microondas. Por isso optei por comprar a panela, mas numa próxima ida a Orlando, iremos escolher um hotel que tenha quarto com cozinha.

A panela era ótima mas ficou com a camareira, pois não coube na mala. Tudo bem!! Pagamos $19 e economizamos bastante em refeições por causa dela.

Para saber mais sobre minha experiência na terra da magia… grávida e com nossa pequena de 2 anos, conheça meu blog e fiquem ligados no site Parques de Orlando, pois estarei sempre postando novas dicas.

www.engenheiraqueviroumae.com.br
www.facebook.com/engenheiramae
www.instagram.com/engenheiramae